Descanse.

Tem dias que o nó da garganta nos faz incapaz de seguir, os ombros tensos e a memória agitada geram uma exaustão e tudo que em absoluto desejamos é deitar em um canto qualquer e chorar diante do peso que a vida causa.

e tudo bem.

tudo bem parar um pouco e descansar, exigem tanto de nós que nos roubam o tempo de ser quem somos de melhor para quem devia ser nossa prioridade. já não nos ouvimos e acolhemos, não nos permitimos ter um tempo a sós, parar no espelho e declarar algo de paz e esperança sobre a vida. parar e respirar um pouco. parar e deitar e alinhar os pensamentos aleatórios, dolorosos e confusos. Somente parar e existir para si.

não se desiste da vida, mas se cansa dela e como todo cansaço é necessário parar, respirar, descansar cada parte do corpo e sair da posição ínfima da vida com coragem. a vida cansa, as pessoas cansam, ser humano cansa, somos frágeis, vulneráveis e se não pararmos um pouco não chegaremos a lugar nenhum e se chegarmos certamente nossos pedaços ficaram durante o caminho, a falta de tempo nos faz perder.

não desista, mas descanse.

um passo de cada vez.

um dia após o outro.

tudo no tempo que der pra ser.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s